Eventos

 

18 e 19 de maio

Turismo Sustentável para o Desenvolvimento nas Cidades

As cidades enfrentam, nos dias de hoje, um desafio duplo face ao crescimento emergente do turismo urbano. Em primeiro lguar, devem estar capacitadas para responder às expectativas e necessidades deste volume crescente de turistas, com uma oferta variada e capaz. Por outro, as cidades devem assegurar que o turismo se desenvolve e é gerido de uma maneira que beneficie a população local, evitando que o turismo contribua para a deteriorização do meio-ambiente urbano, procurando precisamente o inverso. 

Organização:

  • Ayuntamiento de Barcelona
  • Diputación de Barcelona
  • Generalitat da Catalunha
  • Responsible Tourism Institute

Website: Turismo Sustentável para o Desenvolvimento das Cidades

 

15 e 16 de junho

Sustentabilidade e Competitividade nos Destinos Turísticos

Organização:

  • Ayuntamiento de Arona
  • Responsible Tourism Institute

Website: Sustentabilidade e Competitividade nos Destinos Turísticos

19 e 20 de outubro

A Sustentabilidade enquanto Fator Chave de Competitividade na Indústria Turística

A indústria turística é desafia nos próximos anos a converter-se num dos motores fundamentais e campo de aplicação prioritário dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. 

Organização:

  • Cabildo de Lanzarote
  • Responsible Tourism Institute

Website: A Sustentabilidade enquanto Fator Chave de Competitividade na Indústria Turística

23 e 24 de novembro

Turismo Sustentável nos Destinos do Interior

O turismo do interior, caso seja gerido de uma forma sustentável, pode ser uma força considerável para colocar em marcha a proteção do património natural, cultural, material e imaterail, assim como um vector de desenvolvimento local sustentável. Mas o setor turístico é cada vez mais consciente dos problemas da conservação do património da envolvente, e do seu papel enquanto elemento fundamental da oferta. 

Organização:

  • Castilla y León
  • Feira de Valladolid
  • Responsible Tourism Institute

Tal como foi manifestada na Carta Mundial de Turismo Sustentável ST+20, aprovada em Vitória-Gasteiz no ano de 2015, o turismo é um fenónomeno de alcange global que afeta diretamente e, por vezes de forma decisiva, o desenvolvimento local, a qualidade de vida, a manutenção do património cultural e natural e o meio-ambiente em geral, nos destinos e em toda a geografia mundial. É assim urgente uma mudança do modelo de gestão e desenvolvimento do turismo que permita a transição para destinos mais sustentáveis, responsáveis, inovadores e justos. Um modelo baseado na cooperação internacional para alcançar este objetivo sob ap remissa de partilhar para competir.

Com estas ideias em mente foram formulados os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), no ano de 2015, por parte da Assembleia Geral das Nações Unidas, que adoptou a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, um plano de ação a favor das pessoas, do planeta e da prosperidade. 

A Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou a adopção de 2017 como Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento. A proclamação constitui uma oportunidade única para ampliar a contribuição do setor turístico para a sustentabilidade, entendendo-a como a perspetiva de proteção do meio-ambiente.

O ano de 2017 pode e deverá ser o último passo para a integração, de forma equilibrada, destes distintos objetivos e metas que o Turismo deve alcançar para potenciar um Desenvolvimento Humano Sustentável.